Esquerda e fundamentalismo

137
Ciro Gomes e a ex Presidenta Dilma Rousseff

As esquerdas e seus fundamentalismos passionais são, por vezes, cansativos e deprimentes.

A página “Espíritas à esquerda” já foi acusada de ser “cirista” ou de ser “esquerda cirandeira” quando fez críticas ao PT e ao Lula. Já foi acusada de ser “lulopetista” quando fez críticas a Ciro Gomes e ao seu PDT. Já foi acusada de ser “reacionária” quando fez críticas ao movimento identitário descolado da luta de classes. E agora, surpreendentemente –ou não!–, é acusada de ser “fascista” e “lulopetista” (de novo?) porque pede às esquerdas atenção às posições políticas de… Felipe Neto, aquele que disse estar entre Ciro e Amoêdo.

Ciro Gomes e a ex Presidenta Dilma Rousseff

Seria apenas engraçado se não fosse trágico, porque revela um fundamentalismo passional incompatível com as posições racionais que se esperam de quem se diz de esquerda.

Enfim, é vida que segue. E, à revelia das crises e dos melindres de quem quer que seja –lulopetistas, psolistas, ciristas e até mesmo “filipistas”–, a página continuará a se posicionar sempre criticamente em relação a fatos, personalidades, partidos e acontecimentos que tenham impactos políticos.

Não há aqui nenhum –absolutamente nenhum!– compromisso com partidos ou figurões das esquerdas. O compromisso da página é com a ideia de transformação da sociedade desigual em que se vive no Brasil, portanto, discute-se, critica-se e posiciona-se com a total liberdade que se espera num espaço autenticamente de esquerda.

Publicado no Facebook em 01 de agosto de 2019.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Tenho participado de setores de espiritismo progressista que fecha com determinada candidatura. Enquanto individuos acho correto, porém enquanto movimento e instituições deste movimento espirita progressista devemos nos abster de fechar com candidaturas. Concordo com a posição da página.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui