O cometa e o Natal

517
natal cometa
A luz zodical dos desenhos astronômicos Trouvelot (1881-1882) de EL Trouvelot (1827-1895). Original da Biblioteca Pública de Nova York. drawings (1881-1882) by E. L. Trouvelot (1827-1895). Original from The New York Public Library. Digitally enhanced by rawpixel.

Há cerca de dois mil anos, um cometa, segundo relatos da época, indicou o caminho de onde ocorreria o nascimento daquele que anunciaria um mundo novo, uma nova sociedade sem injustiça, sem desigualdade, sem opressão. O cosmo ao redor desse planeta, que é a nossa casa, dizia, da sua forma, qual o caminho para a transformação da nossa realidade.

Esse homem, nascido duma família em fuga e amedrontada pela opressão social, anunciou um reino que não faria parte do mundo conhecido, do mundo onde vivem os oprimidos por um sistema que tritura vidas e corpos. Sua mensagem ecoou no tempo e até hoje enche de esperança o coração daqueles que sonham com esse reino que não é desse mundo.

Os espíritas temos, na mensagem desse homem, a bússola que orienta nossas lutas, ações e reflexões, porque as propostas espíritas são integralmente pautadas pelo esperançar, por ele, semeado entre nós. E aqui não há um religiosismo piegas, barato, mas apenas a constatação de que o caminho indicado é o que nos movimenta e transformará as estruturas que sustentam esse sistema injusto e cruel, porque essa nossa esperança é capaz de mover as montanhas que se interpõem entre nosso sonho e sua realização.

Que possamos ser a terra generosa onde as sementes dessa esperança dum mundo mais justo e fraterno possam brotar em plenitude naquilo que nos propomos a fazer.

Espíritas, o “amai-vos” é o chamado para transformar o mundo. Essa é a tarefa histórica de todo aquele que se coloca como seguidor dessa profunda e bela mensagem de esperança.

Feliz Natal.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui