Comemorar a derrota de Trump

125

Comemorar a derrota de Trump não significa estar de olhos fechados para os problemas que os democratas sempre representaram para o mundo e, em especial, para a América Latina.

E provavelmente não será diferente com o novo presidente eleito Joe Biden e sua vice-presidenta Kamala Harris.

Mas, como afirmou Evo Morales Ayma, ex-presidente boliviano, em postagem no Twitter, “a derrota eleitoral de Trump é a derrota das políticas racistas e fascistas […] e de seus atentados desumanos contra a mãe Terra”.

Sim, é hora de comemorar a derrota do protofascismo estadunidense. Mas não se pode fechar os olhos à realidade do império do capital sobre a pobreza latina. A luta, portanto, continua

Publicado no Facebook em 07 de novembro de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui