O culto da morte como ideologia

126

Bolsonaristas e, entre eles, bolsoespíritas estão em campanha aberta pelo fim do isolamento social e das restrições ao livre funcionamento das atividades econômicas.

Sabe-se que a posição dessa estranha gente não se fundamenta em absolutamente nenhum número, nenhum dado da realidade, mas apenas em memes e mentiras espalhados pelo núcleo de comunicação instalado no Palácio do Planalto e comandado por seus tresloucados filhos, já bem conhecido como “gabinete do ódio”.

Todos os líderes de países do mundo que, nalgum momento, tiveram a postura de negar a realidade cruel da pandemia do novo coronavírus e optaram por preservar a economia em detrimento das vidas humanas voltaram atrás por conta dos números de mortos que se acumulavam em seus respectivos países e em suas contas políticas.

Foi assim com Giuseppe Sala, prefeito de Milão, na Itália[1], com Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido[2], e até com o amalucado e inconsequente Donald Trump, presidente dos EUA[3].

Por aqui, o energúmeno presidente, contrariando o consenso internacional e as recomendações técnicas da OMS, ainda insiste na flexibilização do isolamento social e dobra sua aposta na teoria da “gripezinha” em oposição à pandemia que assola o mundo.

Em vez de tomar medidas concretas para salvar vidas e manter a renda do trabalhador, o presidente miliciano insiste na mágica solução da hidroxicloroquina, produzida no Brasil por uma empresa farmacêutica cujo proprietário é um engajado militante bolsonarista[4].

O resultado dessa insistência insana será o acúmulo de corpos tombados pelo covid-19 vistos nos telejornais e nos portais de notícias diariamente. E isso será, infelizmente, inexorável.

Enquanto os brasileiros já morrem às centenas, quiçá aos milhares, levando muita dor e tristeza aos lares atingidos, a trupe bolsonarista festeja a morte em suas carreatas e manifestações a favor do fim do isolamento social. Sim, essa estranha gente está a festejar a morte: em manifestação na av. Paulista[5], um grupo zombou dos mortos segurando um caxão, dançando e cantando, em total desprezo a todos os que seriamente lutam contra o caos que se avizinha.

Ressalta-se que é justamente essa estranha gente que se diz “pró-vida”, mas se, por acaso, essas vidas forem levadas por um vírus que desdenham, que elas sejam definitivamente perdidas em nome da preservação de sua ignorância atávica e insensata, em nome de sua ideologia excludente e cruel.

E o único argumento usado para justificar a dor e a morte alheias é a preservação da atividade econômica. Mas, como já dito acima, os posicionamentos de “il capo di tutti capi”, o mentiroso contumaz eleito pela farsa à presidência dessa republiqueta laranjeira, não se sustentam nem em relação a isso. Os próprios empresários sabem que a interrupção, ou mesmo a flexibilização, da quarentena nesse momento causará ainda mais danos à economia nacional do que sua manutenção[6].

Portanto, nada, absolutamente nada, justifica a postura do criminoso presidente e sua claque bolsonarista. A não ser, claro, o mórbido e frequente anseio pela morte alheia. O inominável presidente sempre cultuou a morte em suas várias falas durante as quase três décadas de completa inutilidade parlamentar, e não seria diferente agora. Ainda em campanha à cadeira presidencial, o então candidato do horror fez comícios em prol da tortura e da morte de adversários políticos e foi aplaudido efusivamente por seus correligionários e seguidores inconsequentes.

E o que se vê dentro do movimento espírita? Pelas páginas e portais de casas espíritas e de líderes e médiuns vê-se o apoio imoral a essas posturas criminosas. Esses indivíduos serão cobrados não apenas por sua própria consciência surtada, mas também, quando tudo isso passar –e vai passar–, pelo movimento espírita que não suportará ver suas propostas de amor e fraternidade associadas ao culto da morte.

Referências:

[1] https://congressoemfoco.uol.com.br/…/apos-4-mil-mortes…/

[2] https://www.em.com.br/…/boris-johnson-da-despreocupacao

[3] https://www.metro1.com.br/…/89732,presidente-dos-eua

[4] https://www.metropoles.com/…/empresario-que-produz-a

[5] https://www.diariodocentrodomundo.com.br/video…/

[6] https://valor.globo.com/…/mesquita-pior-cenario-para

Publicado no Facebook em 13/4/2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui