ExJuizeco

117

O ex-juizeco tucano de Curitiba, também conhecido como o marreco de Maringá, anunciou pelas redes sociais que tem projetos para deixar o país e viver com sua família no exterior[1].

Sua missão está cumprida. O ex-ministro fascistoide fez aquilo que se propôs a fazer: destruir a indústria nacional e, em especial, a Petrobras.

Suas ações sempre foram pautadas pelo interesse do Império e sua íntima relação com agências e prepostos estadunidenses jamais foi segredo[2]. Vale lembrar todo o seu “treinamento”[3] nos Estados Unidos anterior ao infame projeto de suicídio nacional conhecido como “Lava-Jato”. Seu papel na recentíssima história brasileira foi o de intermediário entre os objetivos do grande capital sobre o mercado e as riquezas nacionais e a agenda política para a construção dessa estratégia imperialista.

Além de ter sido o instrumento para o afastamento do maior líder político popular dessas terras arrasadas pelo ódio plantado e pelo capital predador, o lacaio do Império, travestido de juíz e depois ministro, agiu como agente fomentador da destruição da maior empresa brasileira, a Petrobras, que agora, com o aval do STF –como não lembrar do “com o Supremo, com tudo”, do criminoso Jucá–, será vendida em fatias para o grande capital, impedindo o Brasil de continuar seu projeto político de independência econômica e de desenvolvimento social.

A recente decisão do STF, após o sucesso absoluto do projeto entreguista a que se dedicou o lacaio ex-juizecobolsonarista, é uma pá de cal sobre os escombros duma sociedade sonhada para todos.

Essa gente vendida, cooptada e desinteressada das questões nacionais agora pode receber seu pagamento vivendo no exterior.

Publicado no Facebook em 07 de Outubro de 2020. 

Notas:

[1] https://www.brasil247.com/…/moro-ja-vai-tarde-diz-pml…

[2] https://apublica.org/…/no-ministerio-da-justica-sergio…/

[3] https://www.brasildefato.com.br/…/wikileaks-eua-criou…/

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui