II Encontro Nacional da Esquerda Espírita: 10 de julho em São Paulo

679

O II Encontro Nacional da Esquerda Espírita (II ENEE) chega cheio de novidades. A programação contará com duas mesas pela manhã, com o tema “Política e eleições: debate necessário na casa espírita”, com Thiago Torres (Chavoso da USP), Dora Incontri e Alysson Mascaro já confirmados.

Pela tarde, no II ENEE, haverá reunião plenária com o tema “Organização e projetos: construindo um coletivo popular”, com a presença de todos os participantes do encontro para pensar, discutir e deliberar sobre os rumos do movimento e do coletivo da esquerda espírita.

O II ENEE ocorrerá na sede do Sindicato dos Bancários de SP, bem no centro da cidade, Rua São Bento, 413, Edf. Martinelli, próximo ao metrô São Bento. O Sindicato dos Bancários de SP receberá a esquerda espírita de coração e braços abertos.

O Espíritas à Esquerda organizou o I ENEE em 2019, em Salvador, encontro que marcou o movimento espírita progressista. Foi organizado ainda o II ENEE no Rio, em 2020, mas a pandemia impediu a sua realização. Agora, o Espíritas à Esquerda retoma seus encontros nacionais presenciais com esse evento que certamente também marcará os rumos do movimento espírita progressista.

A participação no II ENEE é gratuita e as inscrições já estão abertas AQUI.

INSCREVA-SE GRATUITAMENTE

Apesar de gratuita, a inscrição para a participação é obrigatória por conta do tamanho do espaço cedido pelo Sindicato dos Bancários de SP.

Ainda estamos em pandemia e aprendendo a conviver com ela. Por isso é importante que todos os participantes tomem os cuidados necessários durante o evento, porque, afinal, o espiritismo progressista é um parceiro da ciência e não comporta o negacionismo. A apresentação do certificado de vacinação e o uso de máscara serão obrigatórios.

Não perca esse evento. Agende-se. Inscreva-se. Participe.

 

RELEMBRE AQUI O 1º ENCONTRO NACIONAL

 

1 COMENTÁRIO

  1. Essencial e estruturalmente Socialista na amplitude Epistêmica Universal, o Espiritismo contém em si os fundamentos de todas as Leis Morais e Científicas. Sua função primordial e finalidade é individual e coletiva para as quais concorrem todos os seres inteligentes é primeiro humanizar, em seguida espiritualizar o Capital, fazendo-o útil em proveito das Leis da Natureza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui