Uma vergonha perante o mundo

124

Em novo e patético discurso feito na Assembleia Geral da ONU, em seu 75° aniversário, o energúmeno miliciano envergonhou mais uma vez o povo brasileiro perante o mundo.

Seu discurso, recheado de baboseiras e mentiras, como sempre, acusa “caboclos e índios” pelas queimadas na Amazônia e no Pantanal e pede ajuda para o combate à “cristofobia”[1], seja lá o que isso for na mente doente dessa gente criminosa, preconceituosa e fundamentalista.

Além dessas idiotices, o genocida afirmou ainda que o Brasil é um país “cristão e conservador”. Desde quando? Vale lembrar desse trecho da Constituição Federal:

“Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

[…]

VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

[…]”

Ou seja, o estado brasileiro é laico[2] e isso está explícito na sua lei maior.

É certo que o mundo todo agora ri desse país entregue ao crime organizado, mas por aqui a comédia se transformou numa das maiores tragédias recentes que já se viveu em terras tupiniquins: genocídio, destruição ambiental, direitos roubados e teocracia em implantação sob o silêncio cúmplice dos demais poderes e da imprensa cooptados.

É triste, para os espíritas, saber que essa situação encontrou, e ainda encontra, apoio entre muitas pessoas e instituições espíritas: é o bolsoespiritismo, de infeliz e forte presença dentro do movimento espírita. Além da vergonha por conta dessa quadrilha no governo federal, os espíritas vivem uma dupla vergonha pela presença desse bolsoespiritismo, que mancha as propostas espíritas e dilacera sua reputação.

O povo brasileiro precisa urgentemente lutar por sua vida, pelo seu ambiente e por seus direitos e liberdades. E só há um jeito para isso:

Uma vergonha perante o mundo.

Em novo e patético discurso feito na Assembleia Geral da ONU, em seu 75° aniversário, o energúmeno miliciano envergonhou mais uma vez o povo brasileiro perante o mundo.

Seu discurso, recheado de baboseiras e mentiras, como sempre, acusa “caboclos e índios” pelas queimadas na Amazônia e no Pantanal e pede ajuda para o combate à “cristofobia”[1], seja lá o que isso for na mente doente dessa gente criminosa, preconceituosa e fundamentalista.

Além dessas idiotices, o genocida afirmou ainda que o Brasil é um país “cristão e conservador”. Desde quando? Vale lembrar desse trecho da Constituição Federal:

“Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

[…]

VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;

[…]”

Ou seja, o estado brasileiro é laico[2] e isso está explícito na sua lei maior.

É certo que o mundo todo agora ri desse país entregue ao crime organizado, mas por aqui a comédia se transformou numa das maiores tragédias recentes que já se viveu em terras tupiniquins: genocídio, destruição ambiental, direitos roubados e teocracia em implantação sob o silêncio cúmplice dos demais poderes e da imprensa cooptados.

É triste, para os espíritas, saber que essa situação encontrou, e ainda encontra, apoio entre muitas pessoas e instituições espíritas: é o bolsoespiritismo, de infeliz e forte presença dentro do movimento espírita. Além da vergonha por conta dessa quadrilha no governo federal, os espíritas vivem uma dupla vergonha pela presença desse bolsoespiritismo, que mancha as propostas espíritas e dilacera sua reputação.

O povo brasileiro precisa urgentemente lutar por sua vida, pelo seu ambiente e por seus direitos e liberdades. E só há um jeito para isso:

#ForaBolsonaro!

 Publicado no Facebook em 22 de Setembro de 2020.

Ref/Link:

Notas:

[1] https://www.diariodocentrodomundo.com.br/…/marina-se…/

[2] https://www.justificando.com/…/o-principio-da…/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui