EàE repudia misoginia e homofobia de vereador espírita Edson Sardano, de Santo André

1644

O coletivo Espiritas à Esquerda vem a público repudiar veementemente as falas extremamente misóginas e lgbtfóbicas proferidas por Edson Sardano (@edsonsardano), vereador de Santo André, SP, pelo PSD, na live “Postura dos espíritas em tempo de eleição” promovida pelo grupo de direita “Espiritas na Política” no Facebook.

Diante de falas ignorantes e intolerantes, não cabe mais o silêncio. Através do princípio da reencarnação, os espíritos que auxiliaram Kardec ratificam a beleza da diversidade humana que propicia a evolução dos seres e das coisas.

Nas sociedades que ainda engatinham no percurso à comunhão e à fraternidade, onde o mal sobrepuja o bem, onde a organização social se dá por meio da opressão, onde a diversidade é perseguida, torturada e assassinada, continuamos a ser o país que mais mata LGBTs no mundo e falas que buscam invisibilizar a pluralidade de caracteres de todos nós, seres pensantes, confirmam a baixeza moral e intelectual da população terrestre, perpetuam essa condição entre as massas e corroboram a violência contra as minorias sociais.

Não mais! Expor o mal e não ser conivente com ele é o primeiro passo para a transformação que nos levará a uma organização mais justa, equânime, igualitária, fraterna e inclusiva, na qual a visibilidade e a representatividade confirmarão que devemos ser quem somos: plurais, diversos, únicos. Não há espaço para intolerância no espiritismo, assim como não há espaço para manutenção de opressões, porque a proposta espírita é ferramenta de (r)evolução.

O vídeo com as falas repulsivas do vereador foi publicado como denúncia pelo ativista Antonio Isupério (@isuperio), que também faz parte do Espíritas à Esquerda, no Instagram, conforme vemos abaixo.

 

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por LGBT ANTIRACIST ✊🏾🏳️‍🌈 (@isuperio)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui